Mulher pensativa

     Lei
     
Geral
de
Proteção
de
Dados

Você e a sua empresa sabem
o que é preciso para se
adequarem à
LGPD?

O Grupo Bull possui um time de profissionais qualificados para atendê-lo na consultoria em processos operacionais e comerciais que visam a segurança e otimização da rotina dos empresários, uso consciente dos recursos investidos e aumento da lucratividade do seu negócio.

Webinar LGPD: Evento dia 23/08 as 18:30 pelo Google Meet.
Link de acesso já está disponível.
Te espero lá!
Sala de servidores
A Lei nº 13.709, de agosto de 2018, Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) versa sobre o tratamento de dados pessoais, dispostos em meio físico ou digital, feito por pessoa física ou jurídica de direito público ou privado e engloba um amplo conjunto de operações efetuadas em meios manuais ou digitais.
A adequação dos órgãos e entidades em relação à LGPD envolve uma transformação cultural que deve alcançar os níveis estratégico e operacional de cada instituição. O princípio da finalidade do tratamento de dados estabelecido na LGPD exige que os propósitos do tratamento sejam legítimos, específicos, explícitos e informados ao titular
O tratamento dos dados pessoais pode ser realizado por dois “agentes de tratamento”, o Controlador e o Operador. A Lei também apresenta a figura do Encarregado
CONTROLADOR
Competem as decisões referentes ao tratamento de dados pessoais, tais como as finalidades e os meios do tratamento (art. 5º, VI)
OPERADOR
Que realiza o tratamento de dados pessoais em nome do controlador (art. 5º, VII)
ENCARREGADO
Pessoa indicada pelo controlador e operador para atuar como canal de comunicação entre o controlador, os titulares dos dados e a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) - (art. 5º, VIII).
Colegas analisando planos
Dentre várias etapas do tratamento de dados apontados pela Lei, destacamos aquelas que compõem cenários comumente encontrados na maioria das empresas e que nem sempre são tratados seguindo boas práticas.
Coleta de dados
Nem sempre é feita deixando clara a finalidade específica.
Controle sob os dados
A guarda e acesso dos dados anteriormente coletados, nem sempre estão sob a responsabilidade de uma pessoa ou armazenados em uma ferramenta que garanta a segurança dos dados.
Compartilhamento dos dados
Comumente os dados de contato são fornecidos a parceiros ou compartilhados como indicação de possíveis clientes em outras atividades remuneradas/comissionadas.
As possibilidades destacadas acima podem expor um indivíduo e desvia a finalidade inicial onde o titular dos dados evidenciou consentimento para o seu uso.
Trabalho com portátil
Como a nossa Consultoria atuará:
Kickoff
Reunião inicial para apresentação dos conceitos e alinhamento entre os envolvidos no projeto e coleta de informações.
Mapeamento
Estudo para identificação da base de dados e implantação de processos de governança. 
Finalidade de uso
Estudo das necessidades da coleta de dados, uso e restrição de acesso aos dados conforme finalidade.
Relatório Funcional
Nesta etapa é apresentado um relatório com todas as ações que deverão ser tomadas pela empresa.
Conformidade
Validação da aplicação das ações relacionadas no Relatório Funcional.
Conclusão
Entrega do relatório final.
O conteúdo de cada etapa é trabalhado conforme escopo definido na reunião de kickoff ou conforme necessidade da empresa contratante. Quer entender se a sua empresa precisa de adequações? Preencha o formulário clicando aqui e vamos conversar!
Operador de telefone
Fale Conosco
Esse canal de comunicação te conectará a um membro da nossa equipe via WhatsApp.